bolsa de valores
bolsa de valores

Principais bolsas de valores do mundo: as 10 maiores

Quer descobrir quais são as principais bolsas de valores do mundo? Então fique, leia até o final e descubra.

O mercado de ações é um dos principais instrumentos geradores de riquezas em todo mundo. 

Para se ter uma ideia, as maiores bolsas de valores chegam a ter trilhões de dólares em capitalização de mercado.

Embora as bolsas de valores com maior capitalização de mercado estejam concentradas em países desenvolvidos, nos últimos anos países subdesenvolvidos também vem conquistando altos volumes de capitalização, como é o caso da China e Sul da Ásia.

Esse mercado crescente em meio aos países subdesenvolvidos mostra que o interesse pelo mercado de ações não possui limites geográficos.

Atualmente, muitos governos têm se mostrado mais flexíveis com relação às suas restrições a investimentos em mercados externos.

Podemos usar como exemplo a Índia. Em 2004, o Reserve Bank of India flexibilizou sua política de restrição para remessas de dinheiro enviadas ao exterior.

Essa mudança permitiu que pessoas residentes na Índia pudessem enviar dinheiro para fora do país e fazer investimentos diretamente na bolsa de valores dos Estados Unidos (EUA).

Nesse sentido, as principais bolsas de valores são:

  1. Bolsa de Valores de Nova York (NYSE), EUA.
  2. National Association of Securities Dealers Automated Quotations (NASDAQ), EUA.
  3. Shanghai Stock Exchange (SSE), China.
  4. European New Exchange Technology (EURONEXT), Europa.
  5. Bolsa de Valores de Hong Kong (HKEX), Hong Kong.
  6. Bolsa de Valores de Tóquio (TSE), Japão.
  7. Bolsa de Valores de Shenzhen (SZSE), China.
  8. Bolsa de Valores de Londres (LSE), Reino Unido.
  9. Bolsa de Valores de Toronto (TSX), Canadá.
  10. National Stock Exchange (NSE) / Bombay Stock Exchange (BSE), Índia.

A seguir, em ordem decrescente, conheça as 10 principais bolsas de valores do mundo listadas.

10º – National Stock Exchange (NSE) / Bombay Stock Exchange (BSE), Índia.

O NSE foi criado em 1992 e é a bolsa de valores mais jovem desta lista. Com sede em Mumbai, o NSE possui mais de 1950 empresas listadas. 

Assim como no Brasil temos a IBOVESPA (mais importante indicador do desempenho médio das cotações das ações negociadas na B3), o NSE possui como principal indicador de desempenho o NIFTY50 composto pelas 50 principais ações da bolsa.

Sua capitalização de mercado em 2021 é estimada em US $3 trilhões.

Seu principal concorrente é o BSE. O BSE existe desde 1875 e é o primeiro mercado de ações da Ásia. Sua capitalização de mercado acumula mais de US $3,1 trilhões e lista cerca de 5 mil empresas. 

Seu índice é o SENSEX que é composto pelas 30 principais ações negociadas nessa bolsa. O BSE também abrange negociações na China, Rússia, Brasil e África do Sul.

9º – Bolsa de Valores de Toronto (TSX), Canadá.

A TSX é subsidiária do grupo TMX e foi fundada em 1861. Em novembro de 2019, a TSX possuía 2.331 empresas listadas, capitalização de mercado de 3,1 trilhões de dólares e volume de negociações mensais de cerca de US $97 bilhões.

Essa bolsa negocia ativos como (ETFs), ações, títulos, futuros e opções, commodities, fundos de investimento, entre outros. 

No entanto, seus principais investimentos estão concentrados em petróleo e gás e empresas de mineração. 

Você encontra mais empresas desses setores listadas nele do que em qualquer outra bolsa de valores do mundo.

Seu índice de desempenho é o Standard and Poor (S&P) / TSX 60, dominado principalmente por empresas de energia.

8º – Bolsa de Valores de Londres (LSE), Reino Unido.

Criada em 1801, a LSE é uma das bolsas de valores mais antigas do mundo. Com sua sede em Londres, a LSE possui uma capitalização de mercado de US $3,71 trilhões e lista mais de 3 mil empresas no mercado de ações.

Sendo uma das pioneiras, a LSE foi quem definiu os primeiros dados de preço de referência, mercado e liquidez do mercado de ações da Europa. 

Seu principal índice de referência é o Financial Times and London Stock Exchange (FTSE) 100. Outros índices incluem o FTSE 250, o FTSE 350 e o índice FTSE All-Share.

A LSE conta com dois mercados de negociações:

  • Mercado principal. Tem mais de 1300 grandes empresas em todo o mundo. 
  • Alternative Investment Market. Um mercado internacional para empresas de menor capitalização.

Compõe também a lista de itens negociados na LSE ativos como: títulos, derivativos, ETFs, títulos de dívida, commodities negociadas em bolsa (ETCs), global depository receipts (GDRs), títulos de ouro, entre outros.

Em 2007 a LSE se fundiu com a Borsa Italiana (SPA), a bolsa de valores italiana, assim criando a London Stock Exchange Group (LSEG).

Algumas grandes empresas listadas no LSEG são Barclays, British Petroleum, Toyota Motors, Unilever, HSBC e AstraZeneca.

7º – Bolsa de Valores de Shenzhen (SZSE), China.

Criado em 1990 e com uma captalização de mercado em torno de US $3,9 trilhões, a 7ª bolsa de valores da nossa lista é a SZSE.

Das três bolsas de valores existentes na China, a Bolsa de Valores de Shenzhen é a menor.

A SZSE lista mais de 1900 empresas em seu balcão de negociações, sendo a maioria empresas estabelecidas na própria China.

A SZSE divide sua plataforma de negociações em dois tipos: Ações A e Ações B, sendo a primeira direcionada para negociações na moeda local e a segunda para negociações em dólares americanos.

Seu índice de desempenho é o SZSE Component Index, que é composto por 500 ações e o SZSE 100, uma listagem das 100 maiores empresas na bolsa.

Mesmo sendo a SZSE auto regulada, ainda é supervisionada pela Comissão Reguladora de Valores da China (CSRC). 

Essa comissão tem o poder de intervir diante de períodos de alta volatilidade.

6º – Bolsa de Valores de Tóquio (TSE), Japão.

O TSE surgiu em 1878 e tem em seu balcão de negociações empresas famosas mundialmente, tais como a Toyota, Honda, Mitsubishi e Sony.

Essa bolsa lista mais de 3700 empresas e tem um mercado de capitalização estimado em US $5,67 trilhões.

Seus dois principais índices são o Índice de Preços de Tóquio (TOPIX) e o Índice Nikkei 225. 

TOPIX usa um índice de capitalização flutuante para classificar as empresas, enquanto o Índice Nikkei 225 classifica as 225 principais ações com base em seus preços.

O TSE é dividido em duas partes: a primeira parte é composta por grandes empresas e a segunda parte é composta por empresas de médio porte. 

Seus produtos comerciais incluem ações, ações globais, fundos de índices, futuros de índices, etc. 

É bem conhecida pelos seus mecanismos de conformidade e fiscalização do mercado. 

No entanto, é notório que a inflação do preço das ações e do mercado imobiliário no Japão atingiu o pico na década de 1990, levando ao colapso da Bolsa de Valores de Tóquio e a uma severa crise econômica. 

Este período é frequentemente referido como a Década Perdida do Japão.

5º – Bolsa de Valores de Hong Kong (HKEX), Hong Kong.

Hong Kong é um importante centro financeiro do mundo. O país oferece um ambiente financeiro abrangente e de alta qualidade para profissionais financeiros. Por isso, tem atraído muitos participantes do mercado externo.

A Bolsa de Valores de Hong Kong foi criada em 3 de fevereiro de 1891. É a segunda maior bolsa de valores da Ásia, com um valor de mercado de US $6,48 trilhões.

É quase tão grande quanto a Bolsa de Valores de Xangai, contanto que mantenha a enorme velocidade de desenvolvimento do passado; ela pode ultrapassar a Bolsa de Valores de Xangai em um futuro próximo.

A referência é o Índice Hang Seng, que é um índice de flutuação livre e ponderado por mercado de capitalização ajustado que inclui 50 ações, representando aproximadamente 58% do total de ações da Bolsa de Valores de Hong Kong. 

A bolsa é o lar de algumas das maiores empresas do mundo, como PetroChina, China Mobile e HSBC Holdings, AIA, Banco da China, China National Offshore Oil Corporation (CNOOC), Banco Agrícola da China, Tencent Holdings, etc. 

A Bolsa de Valores de Hong Kong passou por várias fusões importantes, como a fusão com a Hong Kong Futures Exchange Limited e a Hong Kong Securities Clearing Company Limited. 

Mesmo as grandes empresas geralmente podem negociar na Bolsa de Valores de Hong Kong a um preço inferior a HK $ 4 por ação. 

As penny stocks só são classificadas nesta categoria quando o preço é inferior a HK $ 0,5.

4º – European New Exchange Technology (EURONEXT), pan-Europa.

EURONEXT é a abreviatura de European New Exchange Technology. É uma bolsa de valores pan-europeia, a maior e mais líquida bolsa de valores da Europa.

Criada em 22 de setembro de 2000, a EUTONEXT conta com capitalização de mercado de US $4,88 trilhões. Sua sede é em Amsterdã, na Holanda. 

As 5 principais empresas listadas na EURONEXT (por capitalização de mercado) são Procter & Gamble, LVMH, Royal Dutch Shell, Merck & Co. e L’Oreal.

Os produtos da Euronext incluem ações e derivados. Os produtos incluem ações, ETFs, obrigações, transações cambiais, opções e futuros.

Possui muitos índices importantes, como o Índice Blue Chip Euronext 100, que inclui as 100 ações mais líquidas e maiores em bolsa. 

As empresas francesas respondem por quase 65% do índice. Empresas conhecidas incluem Aegon, Peugeot, Michelin, Phillips, Alstom, L’Oreal, ArcelorMittal, BNP Paribas, Royal Dutch Shell, Unilever, Schneider Electric, etc.

Outros índices da bolsa de valores incluem índices nacionais como AEX (empresa holandesa), BEL 20 (Bélgica), FTSE MIB (Itália) e OBX 25 (Noruega).

A Central de Valores Mobiliários (CVM) da Dinamarca, Itália, Noruega e Portugal fornece serviços de custódia e liquidação para a Euronext.

3º – Shanghai Stock Exchange (SSE), China.

A Bolsa de Valores de Xangai é a maior bolsa de valores de propriedade da China, o país mais populoso do mundo e uma das três maiores bolsas de valores do mundo, com um valor de capitalização de mercado de US $ 6,5 trilhões.

Observe que o valor de capitalização de mercado da terceira maior bolsa de valores do mundo é inferior a um terço da primeira e da segunda maiores bolsas de valores do mundo nos Estados Unidos.

A Bolsa de Valores de Xangai foi fundada em 26 de novembro de 1990 e tem mais de 1.500 empresas listadas. 

Ações de grande capitalização, como PetroChina, Banco Industrial e Comercial da China e Banco Agrícola da China, estão listadas na Bolsa de Valores de Xangai.

Ações, títulos, derivativos e fundos são negociados na Bolsa de Valores de Xangai. A bolsa oferece dois tipos de ações:

  • Ações “A” em renminbi local.
  • Ações “B” em dólares americanos.

 

Desde dezembro de 2002, investidores criteriosamente avaliados podem investir em ações “A” e “B”, com uma participação de US $80 bilhões em 2012.

A referência SSE é o Shanghai Composite Index, que inclui todas as ações na bolsa de valores.

Outros índices incluem o Shanghai Stock Exchange 50 Index (o índice de ações negociáveis ​​ajustado das 50 principais ações) e o Shanghai Stock Exchange 180 Index (o mesmo que a Shanghai Stock Exchange 50, mas as 180 principais ações).

2º – National Association of Securities Dealers Automated Quotations (NASDAQ), Estados Unidos da América.

NASDAQ é a segunda maior bolsa de valores do mundo, com uma capitalização de mercado de US $19,34 trilhões.

A Nasdaq, com sede em Nova York, é a primeira bolsa de valores do mundo negociada eletronicamente.

Mais de 3.000 empresas estão listadas na Nasdaq, incluindo os maiores gigantes da tecnologia do mundo (Apple, Microsoft, Amazon, Google e Facebook). 

Com exceção do Facebook, essas quatro empresas têm um valor de mercado de mais de US $1 trilhão, mas o Facebook não está tão distante.

A NASDAQ foi fundada em 1971 e tem um volume de transações mensais de aproximadamente US $1,26 trilhão. Seus produtos comerciais incluem ações, futuros e opções.

O Nasdaq Composite Index é o índice de referência da Nasdaq, incluindo a maioria das ações exclusivamente listadas na bolsa. Para serem listadas no Nasdaq Composite Index, as ações devem ser ordinárias, não preferenciais ou fundos negociados em bolsa.

Outro principal índice é o Nasdaq 100, que inclui apenas as 100 maiores empresas não financeiras listadas na Nasdaq. As 100 empresas respondem por mais de 90% do Índice Composto Nasdaq.

1º – Bolsa de Valores de Nova York (NYSE), Estados Unidos da América.

A Bolsa de Valores de Nova York é a maior bolsa de valores do mundo, com um valor de mercado de US $24,49 trilhões em janeiro de 2021. 

Fundada em 1792, a NYSE está localizada em Wall Street, Manhattan, na cidade de Nova York.

A NYSE exerce forte influência no mercado financeiro mundial, por esse motivo corretores e investidores em todo o mundo estão com os olhos voltados para ela diariamente.

Na principal bolsa de valores de Nova York estão listadas 2.400 empresas. Essas empresas estão localizadas em vários setores e uma grande parte das principais ações do mundo (Johnson & Johnson, Berkshire Hathaway e JPMorgan Chase) estão todas listadas na Bolsa de Valores de Nova York.

O índice de referência da Bolsa de Valores de Nova York é o Dow Jones Industrial Average Index (DJIA), que é um índice ponderado por preços de 30 ações conhecidas. 

Mesmo com uma influência tremenda, o Dow Jones Industrial Average foi criticado por não representar empresas suficientes na Bolsa de Valores de Nova York.

Outros índices muito importantes são o Standard & Poor’s 500 Index (índice de desempenho das 500 das maiores empresas dos EUA) e o New York Stock Exchange Composite Index (um índice de capitalização de mercado de flutuação livre ponderado que cobre as ações ordinárias da NYSE).

Descubra o que é NFT e como ele funciona Imprimir dinheiro: por que não resolve? As 10 criptomoedas mais promissoras depois do Bitcoin